Você sabia que a menopausa também afeta os homens?

Você sabia que a menopausa também afeta os homens? 

Você sabia que a menopausa também pode afetar os homens? Não, não estamos falando da andropausa, período de queda hormonal do homem. Estamos nos referindo à menopausa mesmo e aos efeitos dela na mulher e, indiretamente, em toda a família.

Primeiro vamos esclarecer os termos corretamente. Menopausa é quando as menstruações cessam. Já o período que caracteriza essa fase, chama-se climatério.

Os sintomas físicos são bastante conhecidos das mulheres: ondas de calor, alterações na pele e cabelo, espaçamento da menstruação, redução do desejo sexual, e diminuição do vigor físico. Eles costumam aparecer por volta dos 40 anos e se estender por mais alguns anos.

Mas além dos sintomas físicos, as transformações desse período também podem afetar as mulheres psicologicamente. São sintomas como alterações de humor, irritabilidade, ansiedade, insônia e até depressão. Os maridos e filhos que já acompanharam mulheres neste período sabem como essa fase pode ser difícil.

Os especialistas dizem que todos esses sintomas estão ligados à redução da produção dos hormônios e que, somente, a informação e a compreensão podem fazer com que toda a família atravesse esse período da melhor maneira possível.

Menopausa: sintomas psicológicos podem afetar marido e filhos (Foto: Ilustração)

Menopausa: sintomas psicológicos podem afetar marido e filhos (Foto: Ilustração)

Além de todo o carinho e paciência que a família deve ter, inúmeros hábitos saudáveis também podem colaborar para atenuar os sintomas do climatério e da menopausa na mulher. O médico Matheus Galhardo, Ginecologista, Obstetra e Especialista em Mastologia, lista os principais hábitos saudáveis, que devem ser adotados:

  • Redução do consumo de sal
  • Aumento de consumo de fibras
  • Evitar tabagismo e álcool
  • Realizar atividades físicas regularmente

“Quando a mudança de hábitos não é suficiente, a Terapia de Reposição Hormonal pode ser uma opção útil. No entanto, ela deve ser aplicada após uma criteriosa investigação clínica individualizada. Somente assim podemos evitar riscos à saúde da mulher e manter sua qualidade de vida”, afirma Galhardo.

Outra atitude válida é procurar apoio e suporte de uma equipe multidisciplinar, que pode ajudar bastante nesta nova etapa da vida.

A farmacêutica Fernanda Lobo Vicentini, da Farma Conde Manipulação, explica que a reposição hormonal pode ser feita por meio da manipulação de hormônios em farmácias. Segundo ela, a Farma Conde trabalha com os chamados hormônios bioidênticos, que têm esse nome justamente por serem iguais aos produzidos pelo organismo.

“Nosso laboratório trabalha com matérias-primas de ponta e rígido controle de qualidade, que garantem um tratamento adequado, de acordo com as orientações médicas”, explica a farmacêutica.

Deixe uma resposta