Alimentação determina qualidade de vida na terceira idade

Alcançar a terceira idade com saúde, independência e vitalidade é o objetivo de quase todo mundo que já passou dos quarentas anos. Afinal de contas, todos nós sabemos que não adianta apenas viver mais. A meta de todos que buscam longevidade, é combinar a idade avançada com a qualidade de vida.

Chegar a essa fase da vida em boas condições físicas e mentais depende de fatores comportamentais, mas também genéticos. É sabido que presença de doenças congênitas ou hereditárias podem predispor a pessoa a também desenvolver o problema ao longo da vida.

No entanto, um dos fatores mais determinantes na manutenção da saúde está na adoção de bons hábitos de vida. Dentre eles, os principais são ter uma boa alimentação, praticar atividades físicas, não fumar e manter a vida social ativa.

Para guiar profissionais da área de saúde, ou mesmo diretamente os idosos, o Ministério da Saúde lançou o Guia de Alimentação Saudável para a Pessoa Idosa. Trata-se de um manual bem didático que lista os principais cuidados que profissionais ou idosos devem observar em relação à alimentação como geradora de qualidade de vida. Os principais itens listados no guia são:

  1. Fazer no mínimo três refeições ao dia.
  2. Incluir diariamente seis alimentos dos grupos dos cereais, tubérculos e raízes à dieta (arroz, milho, trigo, batata, mandioca, etc.).
  3. Ingerir pelo menos três porções de legumes ou frutas durante o dia, como parte das refeições, sobremesas ou lanches.
  4. Comer arroz e feijão pelo menos cinco dias por semana.
  5. Consumir diariamente três porções de leite e derivados e uma porção de carne, ave ou peixe.
  6. Consumir no máximo uma porção por dia de óleos vegetais, margarina, azeite e manteiga.
  7. Evitar refrigerante, sucos industrializados, bolos, doces e biscoitos recheados.
    Consumir tais produtos no máximo duas vezes por semana.
  8. Reduzir o sal na alimentação.
  9. Beber dois litros de água por dia, principalmente entre as refeições.
  10. Evitar o fumo, beber com moderação e a prática de atividades físicas complementam as ações em prol da saúde.

No entanto, em muitos casos, por conta de gosto pessoal ou qualquer outra dificuldade, as pessoas da terceira idade acabam apresentando alguma deficiência nutricional, por isso, é sempre importante ter o acompanhamento de nutricionista para orientar sobre as melhores opções ou como fazer uma boa suplementação vitamínica.

No último mês de maio, o laboratório MCG Suplementos Alimentares lançou o produto Vitacon Sênior, que tem como objetivo justamente oferecer os nutrientes necessários para uma boa saúde na terceira idade.

O produto é um suplemento vitamínico, mineral e proteico, balanceado especificamente para atender o público de terceira idade. O modo de usar é bastante simples, bastando misturar seis medidas do Vitacon Sênior em uma porção de 195 ml de água fria. Tem sabor bastante agradável nas opções morango, baunilha e chocolate.

O Vitacon Sênior já pode ser encontrado em qualquer uma das 180 unidades da Farma Conde distribuídas em 70 cidades do interior de São Paulo e capital. Seu preço especial de lançamento é R$ 34,99.

Deixe uma resposta